quarta-feira, 30 de junho de 2010

Censurado!


Num blog se expressam ideias, se polemiza, discute-se política, imprimem-se opiniões.
Fala-se de tudo um pouco, contam-se histórias, poesias são declamadas e nem sempre importando a rima nem a métrica. Os blogs são talvez, atualmente, a maior expressão da liberdade aliada à tecnologia, onde não há limites, onde não deveriam haver censuras.
Meu blog não é propriamente dito um diário, mesmo porque não posto diariamente, longe disso. Mas é uma espécie de documentário da minha vida, onde, na medida do possível, coloco aquilo que me seja importante, que marque minha vida, para que eu possa no futuro me lembrar, e meus netos verem, o que fui, o que senti, o que passei, o que vivi!
E aos poucos vou deixando impresso aqui pedacinhos da minha história, como imagens estáticas de momentos dinâmicos, como peças de uma obra chamada vida, de uma vida composta de momentos, muitas vezes agradáveis, outras vezes nem tanto, mas que nem por isso deixam de ser vida, e que devem ser evidenciados, não importando o fim que levou, quanto tempo durou... Mas se valeu a pena, aqui tem que estar.
Mas nem todos pensam assim e por isso hoje estou deletando deste espaço uma postagem de momentos que fizeram parte da minha vida, que me foram fortes, intensos e gratificantes, e que, como disse o poeta, “foi infinito enquanto durou”.   
Em seu lugar coloco aqui este texto como um protesto aos que não entendem as verdadeiras dimensões do que seja a intensidade de viver. Aos que temem pelos desafios da vida, aos que têm seus horizontes não mais longe que o outro lado da sua própria rua.

"Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com freqüência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar." William Shakespeare 

Wagner Sarchis
20 de setembro de 2010

4 comentários:

Liège disse...

Que bom, Wagner! Felicidades para vocês!

Patricia disse...

Estar apaixonado é ótimo para o coração e a mente. Também fico muito feliz quando encontro alguém com esse sentimento. E mais feliz ainda quando é correspondido. Muitas felicidades.

Liège disse...

Acabei de ver no orkut que hoje é seu aniversário. Parabéns!

Anônimo disse...

Lamentável caro colega.Você até mesmo em suas palavras que julga ser as melhores possíveis gosta de humilhar as pessoas com quem conviveu, cuidado um dia isto pode voltar pra vc, seja mais humilde com as pessoas, dessa vida não levamos nada, nem mesmo os míseros diplomas que possuimos no decorrer da vida, não é isto que classifica uma pessoa em ser boa ou não para nosso convívio e sim sua amizade,seu carinho, seu rspeito e principalmente o amor que tem para nos dar.