domingo, 23 de janeiro de 2011

O retorno de Jedi

“A dor é passageira, desistir dura para sempre”
(Lance Armstrong)




Os médicos diziam que eu levaria 45 dias pra andar.
Eu nem sabia como faria isso.
Hoje, exatos 49 dias depois do acidente eu voltei para a bike, para o suor, para a poeira.
A galera atendeu ao meu pedido e fizemos um estradão.
Eu não me achava ainda preparado pra uma trilha.
Mas não me deram moleza não.
Chácara era nosso destino.
Entre descidas e subidas, algumas fortes, e as belas paisagens de sempre, percorremos 54 km.
O sol ajudou, não estava tão forte.
Flavio Toscano, Maxwell, Felipe (da Marcela), Thanius, Marquinho, Nando Zambrano, Thiago e outros dois que não sei o nome estavam lá,
testemunhas de uma superação, de que somos muito mais do que imaginamos e podemos ser.
Nesses meus anos de andanças de bike eu percebi que além das curvas deve sempre haver um horizonte, mas se não houver, devemos buscar a próxima curva, mais cedo ou mais tarde ele surgirá. 



2 comentários:

Wagner Barrigudos disse...

Grande Xará!!

Parabéns pelo retorno! Não pude estar lá pra presenciar, mas fico feliz pela sua total recuperação!

Abração

Liège disse...

Parabéns, Wagner!
Gostei do que você escreveu sobre o horizonte e concordo com você, mas os próprios caminhos também devem ser a meta de nossas andanças.
Sucesso!
Beijos.